No dia 30/04/1979, a sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais foi invadida e depredada. Houve a destruição de vários documentos importantes, a danificação do piso de mármore e a deterioração de uma porta de jacarandá com sete centímetros de espessura. Não se constataram ferimentos em pessoas. A fonte usada na pesquisa é o Relatório da CPI instalada pela ALMG.

Submissões recentes