No dia 18/08/1978, foi arrombada a porta e a janela na sucursal mineira do Jornal Em Tempo. Não houve pessoas feridas, mas os danos materiais são significativos: roubo, explosão de bomba e ataque a veículo estacionado, assim como destruição de mesa, máquina de escrever, portas, janelas, persiana, luminária, paredes, teto, papéis, documentos e vidro de veículo. Roubaram-se papéis e vários documentos. Na época, o prejuízo ficou orçado em Cr$ 200.000,00. A fonte da pesquisa são as notas taquigráficas da audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos da ALMG.

Submissões recentes