No dia 08/07/1979, a sede da sucursal mineira do Jornal Em Tempo, em Belo Horizonte, foi invadida e depredada. Não houve ferimentos pessoais, mas foram destruídos materiais de pesquisa, papéis, documentos, cadeiras, mesas, máquinas de escrever, aparelho de telefax, arquivos, cofre e outros utensílios, com uso de ácido corrosivo. A fonte da pesquisa são as notas taquigráficas da audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos da ALMG.

Submissões recentes