No dia 13/09/1979, explodiu uma bomba em frente à residência de Geraldo Magela Almeida, conhecido advogado de presos políticos, situada na Rua Engenheiro Amaro Lanari, nº 139, ap. 302, Bairro Sion, Belo Horizonte. Não houve ferimentos pessoais, mas foi destruído um carro – modelo Brasília, cor vermelha, placa AW-8244 –, além de danificados outros dois veículos e janelas de vidro nos prédios próximos. A fonte são as notas taquigráficas da audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos da ALMG.59O proprietário do carro destruído era Geraldo Magela de Almeida. Imediatamente, foi chamada a perícia técnica. Com o fato comunicado à PMMG, uma unidade compareceu ao local e fez a ocorrência, mas nada se apurou.

Submissões recentes