Logo depois do golpe militar, frente às mudanças e incertezas do novo governo, a PUC Minas caminhava de forma cautelosa, mas atenta aos acontecimentos. Em novembro de 1964, com a publicação da chamada Lei Suplicy, o então reitor da PUC Minas, Dom Serafim Fernandes de Araújo, além de manifestar pessoalmente ao ministro Suplicy posição contrária ao fechamento da UNE, em fórum de reitores no Rio de Janeiro, também ordenou que suspendessem as aulas até que houvesse uma estabilização dos ânimos dentro da Universidade.

Submissões recentes