Uma das formas utilizadas pelo regime militar para reprimir a luta popular pela democracia naquele período foi a perseguição feita aos servidores públicos, funcionários de autarquias ou de empresas estatais. Por meio de atos institucionais, o servidor ou funcionário que se atrevesse a se manifestar contra a ditadura era demitido, exonerado ou aposentado compulsoriamente. Tais medidas foram usadas contra os militantes, mas serviram também para perseguições políticas, muitas vezes de natureza pessoal.

Submissões recentes