Data da morte:31/05/1976

Local:Monte Azul

As únicas informações sobre o assassinato do lavrador Nelson de Paula Neto constam no acervo da Coseg. De acordo com informe confidencial, Nelson de Paula foi morto a tiros pelo advogado e grileiro Juraci Rodrigues Primo, em 31/05/1976, no centro da cidade de Monte Azul. O documento não informa a causa do assassinato, mas, pelo conteúdo, deduz-se que o crime teria ocorrido devido à disputa por terra. O informe apresenta informações sobre o juiz de Monte Azul e Espinosa, Ronald de Carvalho, que foi preso pela prática de grilagem de terras. Ronald de Carvalho não garantia andamento aos inquéritos envolvendo problemas de terras e, ao que tudo indica, um desses casos não investigados foi o assassinato de Nelson de Paula Neto.

Submissões recentes